HIPERTROFIA

Treino De Tríceps – Veja A Melhor Divisão De Treinos

Treino De Tríceps – Veja A Melhor Divisão De Treinos

Realizar um treino de tríceps é algo muito comum entre os adeptos da musculação e para aqueles que querem iniciar na prática.

Afinal de contas, essa região superior do braço é uma das que mais ficam em foco. Por isso, é essencial investir em seu desenvolvimento para alcançar um shape insano, certo?

Mas, a sua divisão é algo que muitos não conhecem e não sabem como aplicar durante as sessões dos treinos.

Foi pensando nisso, que resolvemos montar este artigo. Ao decorrer dele iremos explicar tudo sobre o assunto em detalhes, com dicas incríveis e iremos citar ainda, os melhores exercícios para a região, confira!

 

Treino vs. Anatomia Do Tríceps

treino-de-triceps

Antes de falarmos sobre como funciona o treino de tríceps em si, é fundamental analisar a anatomia e como essa região é composta.

Isso porque a consciência corporal é fundamental para uma correta execução dos movimentos. Bem como, para adquirir resultados graduáveis e escaláveis.

De forma semelhante ao bíceps, o tríceps recebe essa nomenclatura que é definida pelo número de cabeças/ventres que possui.

Logo, nesta região encontramos 3 enquanto, por exemplo, no bíceps vemos 2 e no quadríceps vemos 4. Portanto, essa região é forma por 3 músculos, sendo conhecidos como cabeça:

  • Lateral: sua função é permitir que o braço realize a função de extensão do cotovelo;
  • Longa: essa outra cabeça, que se origina na escápula, também cumpre a mesma função. Contudo, age ainda na extensão do ombro;
  • Medial: esta é a mais profunda e que se encontra logo abaixo das mencionadas acima, sua função é permitir a extensão do cotovelo. Desse modo, ela não age na alteração do formato do tríceps, mas sim, contribuindo com o volume desejado na hipertrofia. Já que conforme ela cresce, acaba “empurrando” os outros dois músculos para fora, tornando-os mais destacados.

Além disso, todas as 3 cabeças possuem a ulna como seu ponto de inserção. No entanto, é a função encontrada no medial que destaca a principal função dessa região como um todo.

Como montar um treino de tríceps?

O treino de tríceps envolve então, as 3 cabeças melhor explicadas acima e seus exercícios devem focar no estímulo que você mais deseja.

Ou seja, digamos que você quer dar ênfase em um desses submúsculos. Dessa forma, algumas dicas devem ser aplicadas para se alcançar os resultados desejados.

Na cabeça longa, o mais ideal é que você foque em exercícios nos quais, ocorre uma extensão do ombro a fim de atingir a sua concentração máxima.

Mas, se o foco é na cabeça lateral, a melhor forma de estimular a região é com movimentos de rotação do ombro. De modo que os cotovelos girem para fora.

Por fim, temos a cabeça medial que é um músculo central e profundo que infelizmente, não é isolado em nenhum tipo de movimento.

Fazendo assim, com que ele seja trabalhado igualmente nos demais exercícios. Além do mencionado aqui, quero destacar algumas dicas sobre o treino de tríceps como:

  • Quando fazer: O ideal é que ele não seja seguido e sim, possua um intervalo em relação ao treino de bíceps e o ombro. A fim de não sobrecarregar músculos e articulações em comum, que são utilizadas nesses outros treinos;
  • Contraia o bíceps: mesmo que o foco seja o tríceps, essa região deve ser contraída no seu treino. Uma vez que, eles atuam como agonistas e antagonistas um do outro. Com isso, a contração máxima do tríceps será melhor alcançada quando esta outra região também for;
  • Posicionamento das mãos: quando for segurar a barra posicione o polegar acima dela junto com os demais dedos. Com isso, você irá realizar um movimento de empurrar para baixo apenas usando seu tríceps e não o bíceps também.

 

Exercícios Para O Seu Treino De Tríceps

treino-de-triceps

Para finalizar então, irei mostrar agora algumas opções de exercícios para acrescentar no seu treino, confira e coloque-as em prática.

  • Extensão do tríceps deitado: esse exercício é um dos mais utilizados para estimular a cabeça longa e sua execução facilita a elevação da carga aplicada, sem sobrecarga nos músculos. O movimento que é feito deitado, aqui o atleta se posiciona com as contas no equipamento juntos com os pés, flexionando o joelho. Lembre-se que a barra deve ser segurada com pegada fechada e abaixado através da flexão dos cotovelos com o antebraço fixo;
  • Mergulho no banco: com auxílio de dois bancos retos, você irá apoiar as pernas em um deles mantendo os pés cruzados um sobre o outro. Enquanto você se segura na borda do outro banco, de costas para ele e as mãos perto do corpo alinhadas ao ombro. Comece com o braço totalmente estendido e depois, flexione-o deixando seu tronco descer no vão entre os bancos;
  • Extensão de halter sob a cabeça: posicione de pé mantendo os pés afastados e alinhados aos ombros. Mantenha seus braços esticados acima do corpo segurando um halter em cada mão. Por fim, inicie o movimento ao flexionar o braços para trás do corpo, descendo a carga;
  • Tríceps na polia: um exercício para ser feito com a barra reta ou inclinada, está deve estar presa com a polia alta. Então, segure-a com ambas as mãos voltadas para baixo, posicionando-as alinhas aos ombros. Clique aqui e confira o movimento correto e seu passo a passo;
  • Supino reto: um exercício já bastante conhecido, ele será feito em banco reto e com a barra sendo segurada em pegada fechada. A vantagem dele, é que além do tríceps você irá estimular ainda ombros e peito. Mas, sua pegada deve ficar entre 20 a 25 cm de distância entre as mãos, a fim de trabalhar bem essa região. O movimento inicia deitado de cotas no banco no qual, você irá agarrar a barra presa e levantá-la em linha reta acima de você e após isso, descê-la lentamente. Finalize encostando a barra na região média do peito.

 

Conclusão

treino-de-triceps

Vimos então, ao longo deste artigo, como fazer a divisão do seu treino de tríceps para alcançar resultados insanos.

Ainda possui alguma dúvida? Caso sim, deixe-a nos comentários para que possamos lhe ajudar! Compartilhe também, com seus amigos.

 

 

 

 

 

suplementos de academia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *