HIPERTROFIA

Remada Curvada - Veja Como Fazer E Por Que É Importante

Remada Curvada - Veja Como Fazer E Por Que É Importante

Um dos exercícios mais completos e eficientes que temos na musculação é a remada curvada. Você conhece?

Muitas pessoas já ouviram falar nesse exercício, porém nunca o executaram. Afinal, é um exercício complexo.

Por isso, é tao conhecido entre os amantes da academia. Por ser um exercício complexo e completo, trazendo muitos benefícios.

Entretanto, a sua execução, por ser complexa, deve ser feita com cuidado e auxilio de um profissional.

Para aprender a fazer o exercício corretamente, continue lendo o artigo e tire as suas dúvidas.

 

O Que É e Para Que Serve A Remada Curvada?  

remada-curvada

A remada curvada é um exercício que faz parte de um treino de dorsais. Mas, o que é isso?

É um treino para quem deseja treinar as costas de maneira eficaz, trazendo harmonia e força para o seu corpo e músculos.

Então, esse exercício é fundamental para quem deseja um treino completo de dorsais, construindo dorsais maiores e mais fortes, desenvolvendo melhor a funcionalidade geral do seu corpo.

É um exercício que engloba muitos benefícios, por trabalhar além da força, com o equilíbrio e a estabilização.

Sendo assim, é um exercício excelente para quem deseja atingir a tão desejada hipertrofia muscular.

É um dos poucos treinos de costa que utilizam o peso livre. Por ser um exercício de puxada, quando adicionamos cargas livres, adicionamos também uma maior complexidade.

Além disso, devido a sua grande amplitude, é um exercício multiarticular. Ou seja, ele solicita muitos músculos durante a sua execução.

Com isso, a remada curvada consegue combinar, diretamente, três movimentos que são muito importantes para quem deseja treinar os dorsais. São eles:

  • Extensão do ombro;
  • Adução escapular;
  • E flexão do cotovelo.

Assim, você consegue com um só exercício ativar o dorso, o bíceps braquial e os músculos do trapézio e deltoide.

Além disso, de maneira indireta e sinérgica, o exercício acaba ativando também os músculos do core e do antebraço. Essa ativação ocorre pela posição curvada do exercício.

Então, é um exercício muito importante que traz força, estabilização, equilíbrio e uma grande amplitude para o seu treino.

Mas, é importante entender também que, devido a sua complexidade, ele não é recomendado para pessoas que possuam algum problema ou instabilidade na região da lombar.

Afinal, é preciso ter o mínimo de consciência corporal para fazer esse exercício, não sendo indicado para iniciantes da musculação.

 

Como Executar A Remada Curvada Corretamente?

remada-curvada

Primeiro, você deve fazer a sua posição inicial.

Para isso, você deve manter as pernas levemente afastadas, na mesma largura dos ombros. Assim, você deve inclinar o seu tronco para a frente.

O quanto você vai inclinar o seu tronco depende do seu nível de flexibilidade. Além disso, se você pretende fazer o exercício com muito peso, é melhor que a flexão do tronco seja menor.

Portanto, agora você irá segurar a barra. Mas, preste muita atenção, pois você deve manter a coluna estável e preservar as curvaturas da sua lombar.

Agora começa o movimento. Você deve puxar a barra em direção ao seu abdômen. Para isso, você irá flexionar os cotovelos e abduzir as escápulas.

O ideal é que você comece o movimento “fechando” as escápulas para depois realizar a puxada, mas talvez você ainda não consiga fazer isso, tudo bem.

Além disso, preste atenção para não fazer o seu cotovelo passar da linha do ombro. Então, com a barra próxima do seu abdômen você deverá começar o movimento de descida.

Esse movimento deve ser controlado e o seu cotovelo deve ser completamente estendido, até que você ”abra” as suas escápulas.

Então, agora é só fazer quantas repetições deseja, de acordo com o seu treino e com o seu objetivo.

Mas, por ser um exercício de dificuldade elevada, siga essas dicas para realiza-lo corretamente.

1. Não movimente o tronco durante a remada curvada:

Tome muito cuidado para não movimentar o tronco durante a remada curvada. O mantenha sempre na mesma posição.

Pois, a sua movimentação pode reduzir a atividade muscular ou até mesmo causar lesões. 

2. Qual pegada escolher?

Você pode fazer o exercício com a pegada supinada ou com a pegada pronada. Mas qual é a diferença?

Com a pegada supinada você irá ativar mais o bíceps branquial. Enquanto isso, com a pegada pronada você ativa mais os músculos do antebraço.

Portanto, você deve fazer essa escolha de acordo com o seu treino e o seu objetivo.

3. Qual barra escolher?

Para realizar a remada curvada você necessita de barra, mas qual usar? São 3 tipos de barra que devem ser levados em consideração.

  • Barra W: Ela é mais anatômica e funcional, porém utiliza um pouco menos o antebraço;
  • Barra reta: Ativa mais os músculos do antebraço, mas pode ser pior para quem sente dor nas costas;
  • Halteres: Com essa opção, há uma maior mobilidade, sendo possível mais variação no movimento.

Portanto, se o praticante possui uma boa consciência corporal e consegue fazer o exercício corretamente e estável com os halteres, pode ser a melhor opção.

Mas, assim como a pegada, não existe uma correta. Tudo depende do seu treino, objetivo e condição física.

4. Qual é a melhor posição para a barra?

A sua barra deve estar na posição correta para que a segurança e eficiência do exercício. Você não deve a deixar perto demais da canela, ou pode raspar na sua perna durante o movimento e estragar o exercício.

Também, não pode ficar muito perto dos dedos dos pés. Nesse caso, você terá que jogar muito o corpo para frente, sendo perigoso para o exercício. Portanto, procure coloca a barra em um meio termo.

 

Conclusão

remada-curvada

Então, agora você já sabe tudo que deve saber sobre a remada curvada e já pode começar a praticá-la corretamente.

Lembrando sempre de tomar muito cuidado e fazer todos os movimentos com muita calma.

Pois, além de ser fundamental para o efeito desejado, é uma questão de segurança. Afinal, ninguém quer se lesionar quando faz musculação.

Portanto, se você possui alguma dúvida ainda sobre esse exercício, deixe aqui nos comentários que iremos lhe ajudar.

 

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *