Perder peso! Por que é Tão Difícil Reverter esse Quadro?

Perder peso é objetivo da maioria das pessoas hoje em dia. E por quê? Porque a população está ficando cada vez mais gorda, longe do padrão de beleza predefinido e que faz com que as pessoas passem a se matar atrás de uma forma física apresentável. Mas a discussão não é esta. O ponto é o seguinte: por que a maioria das pessoas encontram uma dificuldade tão grande em emagrecer, se engordar é tão fácil?

 

QUEREMOS CONFORTO

O ser humano médio, hoje em dia, já nasce com a vontade de querer conforto. Está sempre atrás de algo que possa deixa-lo numa situação mais confortável. Se estamos em casa, queremos ficar o mais confortável possível ao comprar um sofá ultra mega hiper blaster aconchegante. Se estamos sozinhos em casa, ficamos até nus, aproveitando o conforto da privacidade. Se devemos nos locomover a algum lugar, preferimos ir com o nosso carro, pois ir em pé, suando, dividindo um espaço nada espaçoso com outras cem pessoas não é nada agradável. Gostamos do controle remoto, pois se levantar para ir até a televisão é muito esforço. Fazer uma refeição saudável e elaborada? Não, vamos de lasanha congelada. É saborosa, fácil e prática. Em 15 minutos estaremos nos alimentando com algo bem saboroso e sem dificuldade alguma.

Mas, e aí? Quando nós começamos a engordar e a sair da nossa forma física habitual, na qual nos sentimos tão confortáveis, o que fazer? Quando nós somos obrigados a deixar essa zona tão deliciosa de conforto, somos forçados a fazer o seguinte: ou deixamos esse fluxo nos levar ou acabamos tomando uma atitude que nos impeça de cair ainda mais nessas águas profundas. Quando nós começamos a engordar, entramos numa zona de conforto de auto aceitação que diz que não precisamos ser magros para ser belos. Até aí tudo bem, mas quando essa gordura começa a prejudica a sua saúde, não se trata mais de algo estético e sim da sua vida que está sendo posta lentamente em risco. E sair dessa zona dói bastante, pois o seu corpo já está acostumado, há anos, que para você se sentir bem, ele precisará de muito chocolate, muita lasanha, muito refrigerante e outras coisinhas a mais.

 

É VERDADE, SEM DOR NÃO HÁ GANHO.

Porém, a dor que estamos citando aqui é diferente. Não se trata do seu esforço de cada dia na musculação e nem de passar horas numa esteira ouvindo aquela batida de música eletrônica que já se tornou nauseante para você. O fato aqui é que você pode emagrecer tranquilamente e de forma saudável se você adotar uma dieta menos suicida e ser adepto de exercícios mais agradáveis, como a natação, por exemplo.

A dor a que nós nos referimos se trata da dor de deixar a sua preguiça de lado. A preguiça é o principal agente do seu conforto. É ela quem diz assim: pra que você vai mudar se assim você se sente bem? Não há motivo para sentir culpa…

A preguiça é quase imbatível, ela faz com que você mate um leão por dia apenas para sobreviver e ficar em repouso em cima de sua cama. A preguiça consegue destruir vidas. Ela faz você pensar que há tempo suficiente, quando não há, quando você deveria já ter feito o que você tem pra fazer. A preguiça é um mal que deve ser combatido, mesmo que ela esteja vestida de vermelho com um decote atraente e um perfume inebriante. Não se engane, ela é do mal.

Share This