Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

ALIMENTAÇÃO

As Melhores Fontes De Proteínas E Por Que As Consumir

As Melhores Fontes De Proteínas E Por Que As Consumir

As fontes de proteínas para o corpo são extremamente importantes.

Desse modo, elas podem ter tanto origem animal quanto origem vegetal. As proteínas são essenciais para a saúde e boa forma.

Apesar de elas serem muito relacionadas à origem animal, como carne e laticínios, há milhões de opções vegetais tão proteicas quanto, como sementes, grãos, raízes e leguminosas.

E com tantas opções disponíveis, dar asas a criatividade na hora de montar seu prato e sua dieta é fundamental.

Se você quer saber quais são as melhores fontes de proteínas que podem incrementar na sua musculação, é só continuar lendo este artigo!

A Importância Das Fontes De Proteínas Para Musculação

fontes-de-proteinas

De nada irá adiantar as visitas a academia todos os dias rigorosamente, praticar um treino de musculação pesado e não se atentar ao balanceamento da alimentação.

Se você não se preocupar em manter uma boa dieta, então seus esforços vão ser em vão.

Para quem deseja o aumento muscular e um corpo bem definido, saiba que será importante a inclusão de proteína no seu prato para que haja ganho de massa muscular.

As proteínas desempenham importantes funções no organismo. Elas liberam aminoácidos responsáveis pelo crescimento, manutenção e reparo dos tecidos.

Para quem pratica atividade física, o consumo de proteína torna-se essencial, pois ao praticar algum tipo de exercício, os nossos músculos precisam ser reparados.

E é então, através desse reparo que eles irão crescer e surgirá o aumento da massa magra.

Além de promover o aumento dos músculos, o consumo de proteínas também auxilia na prevenção de lesões musculares.

Quando a prática de exercícios entra em questão, logo em seguida entra também a importância do consumo de um cardápio equilibrado.

As proteínas, por exemplo, estão presentes em alimentos de origem animal, como queijos, iogurtes, leites, carnes e frios magros, mas, também podem ser encontradas em alimentos de origem vegetal.

É o caso do feijão, do grão-de-bico, da quinoa, da aveia, da lentilha, do gergelim, da chia e da linhaça.

Conheça algumas fontes de proteínas vegetais:

Existem vegetais que contém as mesmas proteínas encontradas nos alimentos de origem animal e que também se fazem essenciais para a nossa saúde.

Os grãos são os que mais se destacam, suas variedades e utilidades são enormes, como a quinoa, amaranto, semente de chia, ervilha, grão-de-bico, semente de girassol, edamame, feijões e oleaginosas (pistache, nozes, castanhas).

A soja também é uma conhecida como uma das fontes de proteína que pode ser consumida tanto de forma texturizada, quanto em grão.

Alguns vegetais também são boas fontes de proteínas e sendo assim, devem compor a dieta de quem deseja turbinar o cardápio. Brócolis, espinafre e coentro estão entre os verdes que mais concentram esse nutriente.

As proteínas vegetais contam também com vitaminas. Então são elas:

  • Vitamina B12: Participa das funções neurológicas;
  • Ferro: Auxilia na prevenção de anemia;
  • Ômega 3: Gordura boa que atua então na prevenção de doenças cardiovasculares e ajuda na memória;
  • Zinco: Influencia no funcionamento de hormônios e do sistema imunológico;
  • Cálcio: Contribui na manutenção dos ossos e dos dentes.

Todos esses nutrientes funcionam de maneira que estabeleçam o equilíbrio do metabolismo e desse modo, evitam carências nutricionais.

Melhores fontes de proteínas para quem treina:

Quem treina em academia e faz musculação, geralmente inclui as proteínas mais conhecidas no cardápio para que possa haver um aumento de musculatura e sendo assim, consequentemente, haja o ganho de massa muscular.

Então se você quer saber quais são as melhores fontes de proteínas para incluir no seu cardápio, separamos aqui tanto as de origem animal, quanto a de origem vegetal.

1. Frango

Alimento número um em proteína, o frango é uma carne magra, de preço acessível e fácil de encontrar. Além disso, sua concentração de proteína é uma das maiores! Um filé grande tem 32g de proteína.

2. Arros com feijão

Esses dois grãos misturado, da junção dos seus aminoácidos surge a proteína! Só que o arroz também é fonte de carboidrato, então muito cuidado para não exagerar.

3. Ovo

Rico em proteínas, esse alimento também apresenta vitaminas do complexo B, muito importantes para a prática de exercícios. É claro que, de preferência, ele deve ser consumido cozido.

4. Queijo Minas

Um dos queijos que menos possui gordura e é rico em proteína. Ótimo para ser incluso em lanches e petiscos.

5. Sardinha

Além de ter proteínas para ganhar massa muscular, apresenta também ação anti-inflamatória e ômega-3.

6. Castanha de Caju

Em 100 gramas do alimento, 15,3 g correspondem às proteínas.

Além de ser importante fonte do nutriente, a castanha de caju também possui substâncias que regulam as taxas de colesterol e é boa para o fortalecimento do sistema imunológico, entre outros benefícios.

7. Quinoa

Proteína vegetal de qualidade diferenciada, pode ser misturada em sucos e vitaminas, oferecendo, além da proteína, inúmeros nutrientes para o organismo como fibras, minerais e vitaminas.

8. Amêndoas

São capazes de prevenir doenças cardiovasculares e contribuir para a saúde dos ossos. Em 100 gramas do alimento, 21 g correspondem às proteínas. Assim como o pistache, é preciso consumi-las com moderação por serem ricas em gordura.

9. Carnes Vermelhas

Além de uma ótima fonte de proteína, elas contêm creatina, um composto que proporciona mais energia para o músculo e melhora o seu desempenho nos treinos. Sendo assim, prefira peças que não contenham gordura.

Porém, não se prenda ao consumo apenas de carnes vermelha, pois o excesso faz mal à saúde.

Então procure sempre intercalar suas refeições com algum alimento de origem vegetal também.

 

Conclusão

fontes-de-proteinas

Vimos até aqui a importância que as proteínas tem. Principalmente para quem faz musculação e precisam delas como auxílio para o ganho de massa muscular.

Então, para que você consiga aproveitar todos os benefícios das proteínas para ganhar massa muscular, você deve procurar consumi-las abundantemente após o treino.

Não deixando passar de 30 minutos de intervalo entre o fim do seu treino e o consumo das proteínas.

Desse modo, elas podem auxiliam na recuperação e formação do músculo, processo fundamental para hipertrofia.

Gostou deste artigo e quer mostrar ele para mais alguém? Então não deixe de compartilha-lo! É importante também que você deixe seu comentário a respeito do assunto.

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *