TREINOS

Saiba Por Que O Excesso De Treino Não Faz Bem Para O Seu Corpo

Saiba Por Que O Excesso De Treino Não Faz Bem Para O Seu Corpo

Diversas pessoas, possuem dúvidas sobre o que o excesso de treino causa no organismo e se ele é prejudicial ou não a nossa saúde.

Mas, é como dizem “tudo em excesso faz mal”. Logo, isso não seria diferente quando se trata de atividades físicas.

Por isso, manter o equilíbrio nessa prática é algo primordial para que você melhore sua saúde, ao invés de prejudicá-la.

Vale lembrar que a musculação e outras atividades não influenciam apenas nossos músculos. Assim sendo, eles atuam no:

  • Metabolismo;
  • Sistema cardiovascular;
  • E muito mais.

Então, se você quer saber como esse excesso pode prejudicar seu organismo, continue lendo e tire suas dúvidas!

O Excesso De Treino Faz Mal A Saúde?

O Excesso De Treino Faz Mal A Saúde

Como dito acima, tudo na vida em excesso faz mal, por isso, é muito importante que a gente busque equilíbrio em nossas atividades.

Apesar de serem importantes para evitar males como o sedentarismo e certas doenças. Quando em demasia, as atividades podem causar riscos a:

Desse modo, ele acaba sendo denominado como síndrome do excesso de treino ou até mesmo, como overtraing por diversos praticantes.

Em geral, isso acontece quando a pessoa que elevar os treinos. No entanto, ao invés de resultados positivos, ela acaba sobrecarregando o corpo.

Já que os estímulos são atribuídos de forma exagerada e isso modifica a forma como nosso organismo produz seus hormônios.

Logo, levando a alterações que variam para cada pessoa. Mas, algo comum a todos é que esse excesso pode se tornar viciantes.

Ou seja, a mente se acostuma a esse ritmo, mesmo que o corpo não, e quando esse ciclo é quebrado podem ocorrer sintomas de:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão.

Além disso, quem pratica exercícios de alta intensidade em excesso, acaba utilizando entre 10 a 20 vezes mais oxigênio que em repouso.

O que faz com que os radicais livres sejam elevados. Consequentemente, aumentando os danos oxidativos no corpo e organismo.

Sinais Do Excesso De Treino Que O Corpo Dá

Sinais Do Excesso De Treino Que O Corpo Dá

Então, agora que você já conhece os males mais comuns do excesso de treino, iremos falar de alguns sintomas iniciais.

  1. Fadiga E Alterações No Humor:

Quando você treina além do limite, o seu rendimento diminui juntamente com sua disposição, já que o cansaço se torna constante e acentuado.

É como se o corpo estivesse lhe avisando que algo não está normal. Desse modo, a fadiga surge não apenas no treino, como também:

  • Por questões psicológicas;
  • Ou relacionada ao funcionamento inadequado do organismo.

Além disso, quando ocorrem picos de esforço, você pode experimentar alterações no humor que vão desde a irritabilidade.

Chegando até mesmo à falta de relaxamento. Ou seja, sua mente e corpo se tornam incapazes de reduzir o estresse e a agitação!

  1. O sono E O Desempenho:

Além disso, o excesso de treino faz com que você esteja sempre cansaço e isso reduz a qualidade do sono.

Isso porque seu corpo não tem tempo o suficiente para se recuperar. O que faz com que você se sinta uma fadiga como descrita acima.

Mas, essa problemática faz com que muitas pessoas durmam mais ao longo do dia, ao tirar cochilos, reduzindo a capacidade de adormecer durante a noite.

Consequentemente, o corpo permanece em um estado de sobrecarga. Então, é possível notar uma redução ou dificuldade de manter o rendimento!

  1. Batimentos Cardíacos “Descontrolados”:

Outro sintoma que serve de alerta para quem treina além de seus limites, é a frequência cardíaca.

Isso porque, nesses casos, mesmo quando em repouso ela se mantém elevada. Bem como, é possível notar uma alteração no intervalo entre as batidas.

Quando isso acontece, o corpo está claramente avisando que é hora de diminuir o ritmo e descansar!

Consequências Do Excesso De Treino

Consequências Do Excesso De Treino

Portanto, acima vimos quais são os principais sintomas do treinamento excessivo.

Vale lembrar ainda que o overtraining aumenta os riscos de lesões e inflamações. O que pode fazer inclusive com que elas se tornem recorrentes.

Abaixo, irei mostrar alguns dos malefícios que esse excesso pode causar, mas, que nem sempre notamos a causa!

  • Insônia: mesmo sem dormir à tarde, é comum que muitas pessoas também não consigam dormir à noite. Isso porque o sistema nervoso simpático que responde ao estresse aumenta suas atividades. Consequentemente, o metabolismo acelera para realizar essa recuperação e a frequência cardíaca também;
  • Ganho De Peso: a massa gorda, especificamente, pode aumentar com a elevação do cortisol e de outros hormônios. Além disso, eles ainda são capazes de inibir os hormônios que atuam no ganho de massa magra, como a testosterona;
  • Irritabilidade: se sentir sempre irritado, ansioso e sem paciência, é uma consequência da produção de hormônios responsáveis por essa sensação que são estimulados pelo excesso de treino. Mas, durante as atividades físicas é você sente que essa é a melhor parte do seu dia? Isso acontece pela liberação de endorfinas e demonstra um desequilíbrio no bem-estar emocional;
  • Doenças: em excesso, o treino acaba desfortalecendo o seu sistema imunológico. Assim você acaba adoecendo mais vezes, tendo tosses, resfriados, dores de garganta, congestão, etc;
  • Fome: quando mais treinamos, mais nossas necessidades energéticas aumentam. No entanto, ao invés de comer mais, o excesso causa um efeito contrário. Pois, ocorre o estímulo na produção de norepinefrina e epinefrina que irão inibir o seu apetite.

Dessa forma, podemos ver que o treinamento em excesso afeta as funcionalidades do nosso organismo, devido ao estímulo incorreto na produção de hormônios! 

Conclusão

Em resumo, o excesso de treino assim como qualquer outra atividade ou ingestão feita em demasia, pode causar danos à saúde, tais como:

  • Mau-humor;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Redução da libido;
  • Elevação ou redução do apetite;
  • Apatia;
  • Desmotivação;
  • Baixa autoestima e autoconfiança;
  • Fôlego reduzido;
  • Inflamações e lesões recorrentes;
  • Espasmos involuntários;
  • Dores musculares.

Afinal de contas, o corpo acaba sendo sobrecarregado e, consequentemente, isso afeta o correto funcionamento do organismo.

O que pode causar não apenas uma fadiga excessiva. Como também, interferir na produção de diversos hormônios importantes a nossa saúde!

Gostaria que outras pessoas se beneficiassem desse conteúdo? Então, compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais.

 

 

 

 

 

suplementos de academia

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *