Entenda os Males do Colesterol e da Diabetes

Colesterol

Colesterol e diabetes, dois problemas que podem tornar a sua vida bastante difícil e com um saldo negativo diante dos anos que você ainda poderá viver. Quem tem familiares diabéticos sabe do que estamos falando. Vemos pessoas sofrendo com coisas pequenas para nós, mais saudáveis, enquanto para eles um arranhãozinho na pele se torna grande motivo de preocupação. E isso acontece por quê? Porque o sistema imunológico do seu corpo não está mais funcionando tão bem assim, então, uma recuperação dos tecidos, por exemplo, se torna muito mais lenta e suscetível a infecções.

E os problemas decorrentes do colesterol são coisas que ninguém merece. O colesterol consegue fazer com que a vida de alguém se torne bastante difícil apenas através do aumento de peso, por exemplo. São males que se fazem presente na rotina da sociedade, vemos milhares de pessoas com estes problemas e sempre acreditamos que isso nunca vai acontecer conosco. É que nem morrer, nunca esperamos que isso possa acontecer com a gente, mas em um determinado momento vemos a morte passar bem diante dos nossos olhos. Porém, conseguimos nos safar. Mas, saiba. A vida é muito frágil. E isso aumenta cada vez mais a necessidade de você se cuidar e se prevenir.

Será que você sabe os males do colesterol e da diabetes? Muitas pessoas não sabem nem do que se trata. Por isso resolvemos mostrar para você de forma rápida e fácil, apenas para você entender um pouco e tirar algum aprendizado da leitura.

Os Males Do Colesterol

Encare este artigo como um alerta. Colesterol é necessário ao organismo, ele é um tipo de gordura que faz parte da estrutura das células do cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração. Ele é essencial para o funcionamento destas células. É importante para a formação de hormônios de vitamina D e até ácidos biliares, que ajudam na digestão das gorduras da alimentação.

O colesterol que há dentro de nós pode ser classificado em LDL e HDL. Não vamos aqui nos aprofundar em termos, mas vamos dizer apenas o que você precisa saber. Como no livro A Revolução dos Bichos, de George Orwell, os animais repetem o mantra “quatro pernas bom, duas pernas ruim”, você pode repetir este mantra aqui: “HDL bom, LDL ruim”. E por que um é bom e o outro é ruim? Aliás, existe colesterol bom? Talvez você esteja se fazendo essas perguntas. Nós respondemos. O LDL é um colesterol lento, que acaba por acumular todo aquele conteúdo que nós queremos ver fora do nosso corpo dentro das nossas artérias, entupindo-as, deixando o trânsito prejudicado e fazendo com que várias doenças derivem desse acúmulo desnecessário. Já o HDL é um colesterol veloz, que sai desentupindo as veias e deixando todo o processo mais tranquilo.

E você pode encontrar cada um desse colesterol em vários alimentos, saiba qual evitar procurando com mais afinco na internet ou se informando com um nutricionista. A obesidade é o problema mais comum dos que possuem altas cargas de colesterol dentro de si. O entupimento dos vasos e das artérias também impede a boa circulação do sangue até o coração, o que faz com que o coração não funcione perfeitamente e isso é muito perigoso.

Colesterol

É importante o estilo de vida saudável na redução do risco de infarto e AVC. Evitar o  sedentarismo, evitar comer alimentos com gordura saturada e evitar fumar são medidas importantes a serem seguidas. Os alimentos que mais aumentam o colesterol são a gema dos ovos, o bacon, a pele da carne das aves, a manteiga, o creme de leite, a nata, as frituras, as salsichas, e embutidos e a carnes. 

Uma dieta rica em gorduras insaturadas e pobres em gorduras saturadas está indicada para todas as pessoas, independente do valor do seu colesterol. Lembre-se de que todos os alimentos de origem animal possuem colesterol. Portanto, dê preferência a alimentos de origem vegetal: frutas, verduras, legumes e grãos. 

Os Males Da Diabetes

Quase todas as doenças, quando não tratadas de modo adequado, podem trazer complicações. Com a diabetes, doença causada pelo excesso de açúcar no sangue, não é diferente: se não for tratada adequadamente, podem surgir complicações da diabetes.

A diabetes é uma doença muito séria e com toda a certeza do mundo você não vai querer ser mais um “adepto” do clube dos diabéticos. Já pensou no que é viver com um cuidado extra nos pés, correndo o risco de sofrer uma lesão ínfima, mas que pode levar à amputação? Já pensou em viver com várias infecções seguidas causadas pelo sistema imunológico fraco em decorrência do ataque constante da glicose no corpo? Já pensou em ter a sua visão comprometida? Tudo isso faz parte de uma vida diabética. E nós lhe garantimos, você não vai querê-la.

Colesterol

diabetes se caracteriza pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina. O diabetes tipo 1 é resultante da destruição autoimune das células produtoras de insulina. O diagnóstico desse tipo de diabetes acontece, em geral, durante a infância e a adolescência, mas pode também ocorrer em outras faixas etárias. Já no diabetes tipo 2, o pâncreas produz insulina, mas há incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Esse tipo de diabetes é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, acima do peso, sedentárias, sem hábitos saudáveis de alimentação, mas também pode ocorrer em jovens.

Se o diabetes não for tratado de forma adequada, podem surgir complicações, como retinopatia, nefropatia, neuropatia, pé diabético, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, entre outros. Se o paciente já estiver com diagnóstico de complicação crônica, há tratamentos específicos para ajudar a levar uma vida normal.

Você não pode deixar de se prevenir. Cuide de sua saúde. Pratique exercícios físicos regularmente, pois a prática de exercícios pode ajudar a controlar a glicemia e a perder gordura corporal, além de aliviar o estresse. Por isso, pessoas com diabetes devem escolher alguma atividade física e praticar com regularidade, sob orientação médica e de um profissional de educação física; coma bem; mantenha o seu peso ideal e fuja dos cigarros e do estresse. O seu corpo irá sorrir mais. 

Colesterol

 

Share This