A Importância dos Carboidratos na Alimentação

Carboidratos

Os carboidratos são a nossa principal fonte de energia. São todos os componentes que dão energia ao corpo e são encontrados em alimentos como frutas, legumes, pães, massas e produtos lácteos. Seu organismo utiliza estes alimentos para produzir glicose e são também responsáveis por atividades corriqueiras como andar, correr e trabalhar. Seu consumo é vital para a nossa existência.

Existe algo que as dietas da proteína não te contam: você precisa consumir todos os dias cerca de 130 gramas de carboidrato, pois o seu cérebro precisa de glicose e ela pode ser adquirida através dos carboidratos.

Portanto, aqui nós devemos quebrar aquele estigma de que os carboidratos são uma coisa ruim e de que nós devemos preferir as proteínas. Calma aí. A proteína é algo vital para o nosso corpo, sempre devemos ingeri-la e procurar alimentos ricos em proteínas como carnes e ovos, por exemplo. Mas, a nossa alimentação deve ser balanceada se quisermos viver bem por bastante tempo. E os carboidratos devem fazer parte dessa alimentação balanceada e que consiga alcançar todos os níveis necessários da saúde que nós devemos ter.

 

Carboidratos

Entendendo A Importância Dos Carboidratos

Vamos te contar o jeito que o mecanismo do nosso corpo funciona. É de conhecimento de todos que para que algo funcione, seja necessária uma energia que abasteça o sistema e faça com que ele fique ativo. Para você ver televisão, é preciso ligar a mesma na tomada. Para que o carro ande, é preciso que haja gasolina para ser queimada e fazer o motor rodar, proporcionando carga a bateria e a consequente ativação do carro. O mesmo acontece com o corpo humano, ou você pensou que isso tudo aí funciona do nada? Você precisa de energia. Essa energia pode ser adquirida através de diversos meios e a quantidade mínima da qual precisamos para o nosso corpo está medida na taxa metabólica basal. Esta taxa define o mínimo de energia, medida em calorias, que o nosso corpo precisa para ficar em repouso.

Por isso que muitas pessoas querem acelerar o metabolismo, para fazer com que aquelas calorias estocadas sejam usadas no processo de abastecimento de energia do corpo humano. Um metabolismo lento provoca menos gastos de calorias, pois o indivíduo passa muito tempo num estado próximo ao do repouso. Ele não precisa gastar muito e mesmo assim uma boa quantidade de energia vai entrando e se estocando em seu corpo. A consequência todos nós sabemos: gordurinhas aqui e acolá e insatisfação com o próprio corpo, além de alguns problemas de saúde.

Com o metabolismo acelerado, você gasta mais energia, as calorias, e assim poucas calorias vão ficando estocadas em seu corpo. Algo simples de ser entendido. Os carboidratos são a melhor fonte de energia que podemos usar, principalmente por aqueles que praticam exercícios físicos. Quanto mais intenso for o exercício, maior a necessidade de carboidratos. Estudos comprovam que a nossa alimentação deve ter cerca de 50% de carboidratos. Com a diminuição de carboidratos da dieta, o organismo passa a usar as proteínas para produzir energia, causando possível perda da massa muscular. Uma dieta pobre em carboidratos, pode gerar alguns males instantâneos ao corpo e sua eficiência, como: náuseas; mudanças de humor; mau hálito; fraqueza. 

Erroneamente vistos como vilões, eles constituem, na verdade, um dos principais grupos alimentares. Os carboidratos são macronutrientes que fornecem energia e uma série de componentes básicos ao bom desenvolvimento e à manutenção das funções do organismo. É por isso que eles não são inimigos. Pelo contrário: são excelentes aliados quando consumidos de forma correta.

A ingestão correta de carboidrato previne o uso da proteína muscular. O perigo todo está naquelas pessoas que são sedentárias, consumindo bastantes carboidratos e com a taxa metabólica basal lá embaixo. Naturalmente a saúde dessa pessoa não vai ficar num bom estado. O que você deve fazer é investir em uma rotina de exercícios físicos, mesmo que breves, mas regulares; e uma alimentação balanceada, que consiga te nutrir com boas gorduras, carboidratos e nutrientes como proteínas e minerais.

Você pode encontrar carboidratos em comidas saudáveis, como o arroz, sushi, pão integral, este último aumentando a sensação de saciedade e te fazendo comer menos. Batatas, massas, frutas, legumes, tudo isso é essencial para uma boa alimentação. Consumindo carboidratos, você acaba poupando as proteínas do seu corpo para funções importantíssimas que são essenciais para a nossa boa vitalidade e longanimidade aqui neste mundo.  

Só não confunda os carboidratos com os alimentos ricos em açúcar, como biscoitos, tortas, entre outros, que possuem carboidratos, mas são cheios de colesterol e gorduras saturadas. Destes, fuja. Guarde-os apenas para ocasiões especiais.

Vale lembrar que, além do carboidrato, esses alimentos também fornecem para o nosso organismo alguns outros nutrientes, como vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina A.

Alguns alimentos ricos em carboidratos

Agora, para que você inclua os carboidratos certos na sua dieta, sabendo a quantidade certa, veja uma lista das melhores opções:

1 – Pães

Carboidratos

Não é difícil incluirmos os pães à nossa alimentação. Porém, há diferença. Os integrais (preparados com farinhas especiais), são cheios de fibras, o que vai nutrir melhor o seu corpo, além de ajudar com que a liberação de açúcar seja feita de forma mais lenta no sangue. 

Para atletas e pessoas com atividades físicas muito intensas, pode ser interessante comer produtos de carboidratos simples e farinhas refinadas, já que elas dão energia imediata, antes ou depois da atividade.

2 – Cereais

Carboidratos

Os cereais são ricos também em proteínas, o que ajuda a metabolizar o colesterol. Alguns cereais, como fonte de carboidrato, pode substituir no dia a dia os nutrientes mais simples. Dá para incluir os cereais em lanches e café da manhã. 

3 – Arroz 

Carboidratos

O arroz branco é rico em carboidratos simples, mas como todo carboidrato, devemos prestar atenção na quantidade ingerida. O integral é o mais recomendado, mas nem todo mundo gosta do sabor, então o branco tradicional deve ser ingerida em poucas quantidades. 

4 – Milho 

Carboidratos

Milho é carboidrato e ainda tem bastante fibra, que é interessante para aumentar a saciedade. E por não ser um alimento processado, acaba não trazendo em sua composição elementos químicos que fazem mal à saúde.

5 – Tapioca

Carboidratos

A tapioca tem baixo índice glicêmico e libera a glicose de forma mais lenta do que o pão simples. Porém, é preciso tomar cuidado com os recheios e evitar os muito doces e calóricos. Uma boa opção é incluí-las em seu café da manhã ou lanches da tarde. 

6 –  Massas

Carboidratos

Quanto às massas, prefira as massas de grão duro e o preparo Al dente, pois assim são mais ricas em carboidratos. Além disso, a opção integral é melhor do que a massa simples. Não esqueça de prestar atenção nos molhos, às vezes são eles que deixam os preparos hipercalóricos. Prefiram os molhos naturais, feitos em casa.

7 – Mel 

Carboidratos

Ele é rico em energia, com carboidratos como glicose e sacarose, mas sua ingestão precisa ser feita com cuidado pois também é fonte abundante de açúcar e calorias.

8 – Batata Doce 

Carboidratos

Como tem baixo índice glicêmico, a batata-doce não libera pico de açúcar no sangue. Outro benefício é que não contém glúten e pode ajudar na compulsão do açúcar, já que o sabor adocicado é fruto de uma enzima que ela possui.

Agora que você já entende tudo sobre carboidratos, e entende a importância deles basta incluí-los de forma correta em sua rotina. E saiba a quantidade certa de cada um, porque tudo em excesso faz mal à saúde. E não deixe de habituar-se a comer, pois os carboidratos são tão importantes quanto as proteínas. Ingerindo-os de forma correta, e fazendo seus treinos no dia-a-dia, não tenho dúvidas de que você conseguirá conquistar seu corpo que tanto almeja. 

 

 

 

Carboidratos

 

Share This