HIPERTROFIA

Saiba Como Aplicar a Biomecânica Nos Treinos De Braço

Saiba Como Aplicar a Biomecânica Nos Treinos De Braço

Você já ouviu falar e sabe qual a importância que a biomecânica nos treinos de braço possui em seus resultados?

Segundo a física, mecânica é o estudo de corpo em movimento e repouso. Bem como, das suas capacidades de:

  • Deslocamento;
  • Efeito sob ação das forças;
  • Entre outros.

Enquanto que, se formos pensar em bio, esse conceito se volta à vida, logo, trata-se da mecânica do sistema biológico humano.

Mas, como aplicar isso durante os treinos? Além disso, quais são os benefícios fornecidos pela prática?

Então, continue lendo este artigo e descubra como funciona e a aplicação da biomecânica nos treinos de braço!

 

O Que É Biomecânica Nos Treinos De Braço?

O Que É Biomecânica Nos Treinos De BraçoAntes de entender como aplicar a biomecânica nos treinos de braço, é muito importante que você entenda corretamente esse conceito.

Portanto, biomecânica é o estudo da cinesiologia que analisa os movimentos corporais. Assim como, todas as forças que atuam sobre ele.

No intuito de explicar como se produz a geração de forças, de modo que seja possível entender como cada exercício é realizado.

O que faz com que seja possível comparar estes exercícios com outros semelhantes e na musculação, isso auxilia na composição de treinos.

Desse modo, a biomecânica neste caso, vai estudar os movimentos superiores. Ou seja, originados nas regiões dos ombros e braços.

A partir disso é possível ter o entendimento de técnicas dentro de cada movimento. Na maioria das vezes, ao considerar a influência de cargas externas.

Pois, elas exigem uma força maior dos músculos para sua execução, o que é fundamental de se considerar quando visamos:

Também, dentro da biomecânica, estuda-se a fundo as estruturas de roldanas e outros tipos de equipamentos que influenciam os treinos.

Uma vez que, como denominados, eles são as forças atuantes. Com todas essas informações, é possível atingir os benefícios listados acima.

Por fim, é possível escolher cargas específicas para cada exercício ao focar em um determinado grupo muscular, o que proporciona:

  • Aumento nos estímulos musculares;
  • Treinos mais intensos;
  • Diminuição da necessidade de aumentar cargas.

Maiores Erros Que A Biomecânica nos Treinos De Braço Resolve:

  • Velocidade: quando feitos de forma errada, até mesmo nos aquecimentos, a velocidade acaba sendo excessiva. No entanto, a biomecânica é capaz de ajustar e controlar a velocidade na execução de movimentos.
  • Amplitude: impede que seja feita uma reduza “natural” característica do excesso de sobrecarga. Pois, a amplitude muscular e articular é necessária para desenvolver tanto força, quanto hipertrofia. Algumas vezes, serão utilizadas amplitudes parciais em períodos curtos do treino. Mas, em geral, a amplitude deve ser estimulada para não haver sobrecarga e estresse articular.
  • Sobrecargas: com esse estudo, nota-se o que o praticante aguenta em questões de condicionamento físico. O que evita que o corpo seja comprometido pela realização incorreta dos exercícios.

Ou seja, através do uso da biomecânica nos treinos de braço, ou em outros membros, o praticante tem um treino personalizado.

Uma vez que, ele estará de acordo com a capacidade de cada um. O que exclui outro erro comum: imitar os movimentos de atletas mais experientes no assunto.

 

Aplicação Prática Da Biomecânica Nos Treinos De Braço

Aplicação Prática Da Biomecânica Nos Treinos De BraçoEntão, agora que você já sabe o que é biomecânica nos treinos de braço, e como um todo, vamos conferir alguns exemplos de exercícios!

1. Exercícios de Rosca:

  • Concentrada: comece ao sentar-se, apoie o cotovelo na parte interior da coxa, sempre mantendo a coluna em flexão lateral (do braço em questão). Em seguida, com pegada supinada, segure o halter. Inicie o movimento com o braço esticado e depois, flexione seu cotovelo até o bíceps atingir a contração máxima. Mas, sem esquecer de manter a coluna em posição neutra e ao “subir” o braço, lembre-se de inspirar!
  • Inversa: fique de pé, alinhe os pés na direção dos ombros e segure a barra com pegada pronada. Então, inicie o exercício com a barra reta (braços esticados) e flexione o cotovelo de forma controlada até que o bíceps esteja em contração máxima. Desse modo, mantenha o cotovelo apoiado nas laterais do tronco e seu punho neutro. Durante todo o exercício, os ombros devem permanecer imóveis. Volte para a posição inicial ao estender seus cotovelos.

Além disso, você pode investir nos exercícios de rosca scott (ou direta), francesa, direta tríceps e a bíceps alternada que são outras “variações” desse movimento.

2. Biomecânica Nos Treinos De Braço E A Extensão De Cotovelo:

Também conhecida como tríceps banco ou mergulho no banco, esse exercício é bastante estimulante, mas, deve ser feito corretamente!

  • Fique entre dois bancos e comece apoiando as mãos na borda de um deles (de costas);
  • Em seguida, apoie os pés no chão através do calcanhar;
  • Mas, sempre mantendo os joelhos e pernas estendidas;
  • Por fim, com a coluna reta, realize movimentos de flexão com os cotovelos.

Para visualizar melhor o exercício e o posicionamento das mãos durante a prática, clique aqui e assista um vídeo!

3. Tríceps no Pulley:

  • Posicione-se de frente ao aparelho;
  • Mantenha os membros superiores alinhados à lateral do corpo;
  • Então, posicione as mãos sobre o puxador do equipamento;
  • Depois estenda os cotovelos ao mesmo tempo que abduz os ombros;
  • Mas, tenha cuidado para não os afastar do corpo na execução!

Esse exercício possui algumas variações nas quais ao invés de um puxador você utiliza cordas. Ou até mesmo, se posiciona de costas para o pulley.

Logo, em cada uma delas a pegada varia e é preciso estar atento, pois, na supinada recruta-se mais músculos da região!

 

Conclusão

ConclusãoNeste artigo vimos como funciona a biomecânica nos treinos de braço, para aplicá-la você deve estudar os movimentos:

  • Articulares;
  • Musculares.

Assim sendo, da região do cotovelo que é a articulação intermediária dos membros superiores.

Na qual, encontram-se os estímulos ideais para a região do braço. Portanto, invista nos exercícios aqui citados para estimular seu desenvolvimento.

Caso possua alguma dúvida na realização dos movimentos, assista aos vídeos e entenda melhor como realizar cada um deles!

O que você achou deste conteúdo? Conte para nós nos comentários e compartilhe com seus amigos.

 

 

 

 

 

suplementos de academia

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *